terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Eventos Astronômicos de 2014

O Ano de 2013 foi bastante interessante para observações, tivemos belas imagens de Vênus bem próximo da Lua (aparentemente) em sua conjunção, o cometa ISON e sua passagem próximo da Terra, chuva de meteoros e outros eventos.
No programa Céu da Semana, número 186, podemos descobrir o que 2014 nos reserva.
Assistam e anotem em suas agendas...Feliz observações em 2014 - Céu Limpos a todos!!!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Retrospectiva astronômica - Principais fatos astrônicos de 2013

Esse ano tivemos uma série de eventos interessantes para serem observados no céu.
Espero que no próximo ano de 2014 os acontecimentos astronômicos também sejam tão intenso, para relembrar um pouco desses eventos uma boa dica é assistir ao programa de final de ano no canal youtube Céu da Semana # 185 com o astrônomo Gustavo Rojas.



Para os mais curiosos também é possível baixar o Almanaque astronômico brasileiro de 2014 da Ceamig (Centro de Estudos Astronômicos de Minas Gerais) em http://www.ceamig.org.br/ no link divulgação, depois em Almanaque e escolher o ano 2014.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Uma nova estrela na costelação do Centauro

Um fenômeno raro e sem data para se repetir aconteceu nos céus, esse mês de dezembro, o aparecimento de uma nova estrela no céu. No vídeo do Astrônomo Gustavo Rojas você entenderá exatamente como isso acontece.
Aproveite uma noite de céus limpos e veja você também esse acontecimento astronômico incrível.


quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Cometa ISON a caminho dos seus últimos dias? Ou vencerá o UFC contra o Sol?

O Cometa ISON está agora no ponto mais próximo do Sol de sua trajetória, e a grande pergunta é: Será  ele capaz de escapar das altas temperaturas do Sol? Será destruído pela força gravitacional?
É possível acompanhar a aproximação do ISON ao Sol com imagens dos coronógrafos (telescópios especiais para observar o Sol)   LASCO C2 e LASCO C3 atualizadas pelo site do SOHO .
 Espero  que ele saia bem desse confronto que envolve altas doses de energia térmica e atração gravitacional.
Para saber mais assista o programa Céu da Semana.
ou veja o link do blog Física na veia  Ison

domingo, 24 de novembro de 2013

Cometa ISON visto do espaço

A NASA, Agência Espacial Norte Americana, liberou a imagem do Cometa ISON e ENCKE captada por seus satélites no dia 19 desse mês, é interessante observar a calda dos cometas vibrando por causa dos ventos solares.















para ver no site original vá até: http://science.nasa.gov/media/medialibrary/2013/11/24/ison_encke_nov19_22.gif


Assista também o programa Céu da Semana, sobre o ISON


sábado, 23 de novembro de 2013

Cometa ISON



Linda foto do Cometa ISON, feita no Japão

em Yamanasi, Japão, feito em 22 de novembro desse ano, por KAGAYA.
(essa montanha ao lado é o monte Fuji). Vamos esperar que o tempo melhore e ver se algum brasileiro também conseguiu uma foto tão boa assim.

Para ver a foto ampliada, clique na foto ou vá até o Facebook do blog Física na veia de onde tirei a imagem.



quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Novidades sobre o cometa ISON

Parece que as coisas estão ficando mais interessantes para quem quer ver o cometa ISON,
"observadores no Chile e Europa registraram um súbito aumento de brilho (1 magnitude nas últimas 24 horas), provavelmente um indicativo de outburst (explosão na superfície, liberando gases).
As próximas noites podem ser as melhores para os observadores no Sul e Sudeste do Brasil, já que o tempo está bom e a Lua ainda não está cheia
". E o que nos relata o blog Física na veia do professor Dulcidio, vale a pena ficar de olho.

O brilho do cometa ainda está muito fraco para a observação a olho nu, mas o próximos dias prometem, é bom ficar atento.
Para encontrar o cometa ISON nas próximas noites, procure perto da estrela Porrima (Gamma Virginis) entre as 5h e 5h30, bem perto do leste. (veja o mapa do Astrônomo Gustavo Rojas).


Céu da Semana - Lendas sobre os Eclipse Solares - 11 a 17/11/2013

 Para saber mais a respeito de eclipses...muito legal.


segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Uma semana em busca de um cometa - Cometa ISON

Temos mais ou menos uma semana para tentar ver o comenta ISON aqui no hemisfério Sul.
No começo de setembro tínhamos a esperança que a aparição do cometa seria o máximo, podendo ser visto até mesmo a olho nu, mas ao que tudo indica, não parece que será tão brilhante assim.
Para quem gostaria de vê-lo recomendo utilizar pelo menos um binóculos simples e olhar na direção do Planeta Marte ou da constelação de virgem, uma boa dica para a busca pode ser encontrada no blog Física na veia do professor Dulcidio
" Assim que foi descoberto, o ISON provocou barulho entre os astrônomos. É que ele tinha tudo para ser o "cometa do século" ou, sendo menos exagerado, pelo menos nos brindar com um grande espetáculo observacional. Infelizmente, a evolução do cometa de lá para cá foi bastante frustrante. Ele está muito menor e menos brilhante do que esperávamos. Por isso mesmo só vinha sendo observado por telescópios.
Mas li hoje os primeiros relatos de pessoas que já conseguem observar o cometa ISON apenas com binóculo. Como ele está se aproximando do Sol, deve crescer e ficar mais brilhante. Mas não podemos prever quão grande e brilhante ele ficará. Talvez, com muita sorte, ainda possa ser visto a olho nu.
Para nós, no hemifério sul, na medida em que o cometa se aproxima do Sol, vai ficando cada vez mais baixo no horizonte, o que dificultará a sua observação cada vez mais. Em todo o caso, vale a pena tentar vê-lo. E teremos poucos dias para isso: a máxima aproximação do cometa com o Sol (periélio) ocorre em 28 de novembro. Imagino que depois do dia 20, dificilmente conseguiremos ver alguma coisa."
Para saber mais: http://fisicamoderna.blog.uol.com.br

sábado, 9 de novembro de 2013

Um pedacinho do universo a cada novo ano

Você já pensou que mesmo paradinhos aqui em nosso planeta viajamos pelo universo deslocando não somente em torno do nosso astro rei, mas também conhecendo um novo pedacinho do universo?
Você pode entender melhor isso visitando do site Astronomia no Zênite (www.zenite.nu) na seção Diário astronômico, Espaçonave Terra (zenite.nu?espaconaveterra), lá você encontrar um painel de nossa espaçonave Terra com várias informações do nosso trajeto ao longo do espaço...Confira!

"Cada um de nós é tripulante de uma grande espaçonave que todos os anos percorre mais de novecentos e vinte milhões de quilômetros pelo espaço. Estamos falando, é claro, da Espaçonave Terra, que se move em torno do Sol enquanto este nos leva, junto com todos os demais integrantes da grande família solar, num longo passeio pela galáxia.

Como todos os corpos celestes estão se movendo, inclusive o Sol, não estamos simplesmente dando voltas num mesmo lugar. O caminho que percorremos todos os anos, que chamamos de órbita, nos leva – a rigor – a um pedacinho diferente do espaço sideral a cada ano.(...)"


Leia o conteúdo integral em zenite.nu?espaconaveterra 


segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Escala do universo

Uma das coisas mais difíceis para qualquer pessoa é sair do seu mundo particular e entender que existem dimensões muito além do nosso alcance (tanto para mais quanto para menos).
A descoberta de equipamentos ópticos como o telescópio e o microscópio comprovaram isso, causa de espanto e até mesmos desconfiança da veracidade desses equipamento no princípio, ainda hoje quando qualquer pessoa tem o seu primeiro contato com um telescópio (ou microscópio) é bem impressionante ver outros mundos escondidos bem ao nosso redor.
Para ajudar nessa compreensão encontrei hoje um site bastante interessante Scale of Universe - Interactive Scale of Universe (http://scaleofuniverse.com/) no site além de encontra uma animação atualizada da escala do universo, você também encontra o clássico filme potência de dez que trata do mesmo assunto.


 

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Acampamento de Astronomia ESO para alunos de Ensino Médio | ESO Brasil

Uma noticia realmente muito interessante para alunos do ensino médio que se interessam por astronomia.
" O Observatório Europeu do Sul (ESO) e o sua rede de divulgação científica - Science Outreach Network - estão colaborando com o Sterrenlab, organizador de eventos de comunicação científica, na organização do primeiro Acampamento de Astronomia ESO. O acampamento acontecerá de 26 a 31 de dezembro de 2013 no Observatório Astronômico do Vale Aosta, situado em Saint-Barthelemy, Nus, Itália. Vários parceiros, incluindo o ESO, irão atribuir cinco bolsas de participação às melhores candidaturas.

O acampamento explorará os temas do Universo visível e invisível através de palestras, atividades práticas e observações noturnas com telescópios e instrumentos no observatório. Atividades sociais, esportes de inverno e excursões contribuirão para tornar o acampamento uma experiência memorável para os participantes. O ESO será responsável pelo programa científico do Acampamento de Astronomia e, juntamente com outros parceiros, encarregar-se-á de arranjar palestrantes e fornecer material didático.

O Sterrenlab é especialista na organização de campos de ciência internacionais, direcionados para crianças e adolescentes, oferecendo uma série de serviços nos campos da consultoria, concepção e implementação de projetos e eventos nas áreas da educação e comunicação científicas.
[...] "
Para saber mais dê um pulo na página da ESO na Internet:

Acampamento de Astronomia ESO para alunos de Ensino Médio | ESO Brasil

sábado, 7 de setembro de 2013

Olhe para a Lua - Conjunção Lua e Vênus.

Essa semana os dias 08 e 09 de Setembro prometem uma bela oportunidade de ver um fenômeno astronômico chamado conjunção. Chamamos de conjunção o fenômeno que acontece quando dois corpos celestes se alinham  ficando assim aparentemente muito próximos. Neste próximo domingo dia 08/09/2013 a Lua entrará em conjunção com o planeta Vênus.  A Lua estará cerca de um grau abaixo do planeta Vênus.
No momento em que o dia começar a escurecer será possível observar também a Estrela  Spica,  da constelação de Virgem, logo abaixo da Lua, porém o mais interessante e que para ver a conjunção não é necessário nenhum equipamento especial, é possível acompanhar tudo a olho nu.
Para entender um pouco mais assista o programa Céu da Semana, no canal da internet Univesp TV ou clique no filme abaixo.



quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Concurso de Astronomia para estudantes!!!

A Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, OBA, e o Laboratório Nacional de Astrofísica, LNA, com apoio da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB), está promovendo o primeiro Concurso de Astronomia para Estudantes "Imagem de seu Objeto Astronômico Favorito com o Telescópio SOAR". Por meio desse concurso você poderá ter a imagem do seu objeto astronômico favorito feito exclusivamente para você, pelo super telescópio que o Brasil tem no Chile. Não perca a oportunidade de concorrer. O prazo para envio de propostas termina dia 13/9/13. No link a seguir estão as informações sobre o regulamento, as orientações para a confecção da proposta e o formulário de inscrição. Acesse: www.lna.br/soar/concurso.html.


Vale a pena participar!!!

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Passeio Virtual pelo Observatório Nacional do Rio de Janeiro


O Observatório Nacional do Rio de Janeiro proporcional uma interessante viagem virtual para os interessados em conhecer suas instalações. O Observatório Nacional (ON) tem se empenhado em disponibilizar o mais atualizado conhecimento científico em Astronomia, Astrofísica, Geofísica e Tempo e Frequência, para o público brasileiro,  visando popularizar a ciência e os seus serviços como Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).
...vale a pena conferir.

Passeio virtual











 O passeio virtual também está disponível na versão para smartphones e tablets.
A edição anterior, que foi ampliada com novos ambientes, pode ser acessada direto na página do ON na internet, no endereço www.on.br.  (clicando em passeio virtual ícone na parte superior da página, próximo do centro). O visitante virtual poderá ver a Grande Luneta Equatorial de 46cm, instalada em 1922, que permitiu ao Brasil ingressar nos programas internacionais de observação de estrelas duplas visuais, planetas, asteroides, cometas, eclipses solares e lunares. O Relógio de Sol, que marca as horas do dia pela própria luz do Sol, define o mês, a constelação, a estação do ano e os pontos cardeais. Além dele, o passeio permite conhecer a estação sísmica que desde 1920 capta e registra as vibrações mecânicas do movimento do solo, e também o interior do Pavilhão Luiz Cruls, antiga Sala da Hora, onde hoje funciona a Divisão de Atividades Educacionais.

domingo, 25 de agosto de 2013

Astrônomos do SETI supostamente detectaram sinal alienígena vindo da maior lua de Júpiter



Astrônomos do SETI supostamente detectaram sinal alienígena vindo da maior lua de Júpiter

Dificilmente publico alguma coisa a respeito de Alien, realmente esse não é um dos meus principais interesses, a astronomia tem tantas outras coisas à se aprender principalmente para nós estamos começando, porém a matéria (que também dá nome a esse meu post) vale a pena ser lida, pois suscita várias interpretações e comentários.
Eu recomendo a leitura ( ah por favor leia até o final...boa leitura)

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Uma nova estrela no céu (ou melhor o final dela)

Uma noticia bastante interessante publicada na Folha de São Paulo...

" No fim da semana passada, um astrônomo amador japonês tirava fotos de uma região do céu quando descobriu uma estrela que não constava das cartas estelares. Era uma nova.
Localizada próxima à constelação do Golfinho e com magnitude estimada entre +4 e +5, ela está neste momento visível no céu noturno até mesmo a olho nu, para quem se localiza distante da poluição luminosa das grandes cidades. Com um binóculo, até mesmo sob o véu alaranjado do céu paulistano é possível vê-la.
O surgimento de uma nova visível a olho nu é um fenômeno em geral imprevisível, que acontece em média a cada duas décadas. Ninguém sabe exatamente onde ou quando vai rolar, até que alguém que presta atenção no céu a identifica. Por sorte, Koichi Itagaki, em Yamagata, Japão, tirou duas fotos da mesma região do céu entre os dias 13 e 14 de agosto. Na primeira, nada se via onde, no dia seguinte, apareceu um astro extremamente brilhante, se comparado às vizinhas imediatas. Estava, portanto, identificado o astro que ficou conhecido como Nova Delphini 2013." 
Para ver a matéria na íntegra acesse : http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2013/08/19/explosao-estelar-pode-ate-ser-vista-a-olho-n
No texto você encontrará boas explicações porque na verdade uma estrela nova é na realidade bem velha...e o que assistimos é a morte da estrela..seu último suspiro...vale a pena ler.

sábado, 10 de agosto de 2013

O que aconteceria se chovesse na Lua?





 Ao gravar um pequeno vídeo de divulgação científica a respeito de Fluido Não- Newtoniano fiquei com a seguinte pergunta na cabeça...o que será que aconteceria se chovesse na Lua? Será que aquela poeira que vemos em todos os filmes de pouso na Lua se comportaria com um fluido não-newtoniano?
Será que teríamos na superfície (em sua crateras) grandes poços de areia movediça?
Fica a questão...para quem nunca ouviu falar em fluido não-newtoniano e só ver o vídeo abaixo...se alguém tiver a resposta para questão chuva na lua e seus impactos....gostaria de saber a sua opinião.



domingo, 23 de junho de 2013

Super Lua de 23/06/2013

Para que como eu teve um céu nublado...uma bela foto da super lua desse dia 23/06/2013, para conhecer outros trabalhos do astrofotografo  Rodrigo Andolfato vá até: http://andolfato.blogspot.com.br/


sexta-feira, 21 de junho de 2013

O Espaço da Geografia: Ombros de Gigantes: A Astronomia em Quadrinhos

 Hoje procurei algumas coisas sobre astronomia e quadrinhos na Internet...Achei o livro Ombro de Gigantes: História da Astronomia em Quadrinho.

“Ombros de Gigantes: História da Astronomia em Quadrinhos” é uma obra nacional com roteiro dos pesquisadores e astrônomos Annibal Hetem Junior e Jane Gregorio-Hetem e ilustrada por  Marlon Tenório.
 “Ombros de Gigantes” conta um pouco da História da Astronomia focando na colaboração dos gregos, de Johanes Kepler, Galileu Galilei e Isaac Newton para a Ciência dos astros. Contém ainda um capítulo que fala sobre a Astronomia no Brasil e atividades como a construção de uma luneta de Galileu.
Ao final de cada capítulo é apresentada uma descrição formal do que foi discutido nos quadrinhos, seguida de uma atividade prática que convida o leitor a experimentar, de forma lúdica, o papel de um cientista.

 


 Um outro link interessante é o do Observatório Nacional do Rio que traz uma boa história em quadrinhos para abrir o apetite dos alunos interessados em nebulosas e galáxias.

Confira!






terça-feira, 18 de junho de 2013

Super-Lua - 17 a 23/6/2013 -Céu da Semana Ep. #161

Super Lua no programa Céu da Semana, uma boa oportunidade de entender o que ela é.
Vale a pena conferir!!!!

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Uma nova oportunidade de ver uma Super Lua

Esse mês teremos mais uma oportunidade de ver a Lua super brilhante e aumentada, o fenômeno chamado de Super Lua acontece porque a Lua fica em sua posição orbital mais próxima da Terra, o perigeu. 
Para Saber mais entre no site da revista Scientific American Brasil e veja o artigo de Ulisses Capozzoli - A Lua Azul do próximo dia 23,  aqui em baixo coloquei um pequeno trecho. 

A Lua Azul do próximo dia 23
 Por Ulisses Capozzoli

Se o céu não estiver coberto por nuvens a próxima lua cheia, em 23 deste mês deverá ser um espetáculo à parte em tamanho e luminosidade no céu: será o que popularmente se chama de Super Lua.
            A Super Lua ocorre quando o satélite da Terra, em fase cheia, tem sua maior aproximação (perigeu) na órbita elíptica (um anel achatado) que executa em torno do planeta.
            A Lua, em 23 próximo, atinge a fase cheia às 7h53 de Brasília e nesse momento estará a 357.162 km de distância da Terra.
            O apogeu seguinte, maior distância da Terra pela mesma razão (órbita elíptica) já ocorrerá em 6 de julho, à distância de 406.490 km da Terra.
            Ou seja, entre perigeu e apogeu haverá um afastamento de quase 50 mil km.
            No perigeu, durante a Super Lua, o diâmetro aparente da Lua no céu será de 33° 3’. Já no apogeu, em 6 de julho, essa medida ficará reduzida a 29°.
            Para tirar partido da beleza da Super Lua é interessante acompanhar o nascimento dela, subindo a linha do horizonte, quando ela parece ter diâmetro muito maior que quando se encontra elevada no céu. [...]


Vale a pena conferir e torcer para uma noite de céu sem nuvens.

sábado, 8 de junho de 2013

Da Terra para as Estrelas: Os resultados da nova equação de Drake

Da Terra para as Estrelas: Os resultados da nova equação de Drake: Atualização da famosa equação Uma tradicional ferramenta usada na busca de vida extraterrestre acaba de receber uma renovação completa. Mas, nas duas últimas décadas, temos visto exoplanetas aparecerem como ervas daninhas, particularmente nos últimos anos, graças, em grande parte, ao telescópio espacial Kepler.
Com esses novos dados em mãos, Sara Seager, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, achou que era hora de dar uma atualizada na equação de Drake.
A nova versão restringe alguns dos termos originais da equação para incluir os dados mais recentes, tornando-a muito mais precisa - na descrição de Seager, se a equação original de Drake era um machado, a nova equação é um bisturi.

A equação original de Drake inclui sete termos que, multiplicados, dão o número de civilizações alienígenas inteligentes que poderíamos esperar detectar na Via Láctea.
Os dados do telescópio Kepler ajudaram a refinar dois termos: a fração de estrelas que têm planetas, e o número desses planetas que seriam habitáveis.

Veja em: http://daterraparaasestrelas.blogspot.com.br

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Da Terra para as Estrelas: Curso a distância do Observatório Nacional – 2013:...

Da Terra para as Estrelas: Curso a distância do Observatório Nacional – 2013:...: UM DOS MAIS ESPERADOS CURSOS EaD.

Curso do Observatório Nacional 2013

Cronograma do Curso

Período de Inscrição : de 03 de Junho a 30 de Agosto de 2013
Período do Curso: de 15 de Julho a 29 de Novembro de 2013


Tópicos:

-História da Ciência: Astronomia
-A estrutura do átomo
-As forças fundamentais da natureza
-A radiação térmica
-O espectro eletromagnético
-Como observamos as estrelas
-Os espectros estelares e a classificação espectral de Harvard
-O que existe entre as estrelas
-O diagrama Hertzsprung-Russell
-As estrelas
-Nebulosas planetárias
-Supernovas
-Galáxias
-Galáxias Ativas
-Grupos, aglomerados e superaglomerados de galáxias


A educação científica, que deve ser iniciada nos bancos escolares, também deve ser mantida acessível a todos os níveis da sociedade e a todo instante. Assim, o Observatório Nacional está disponibilizando mais um curso a distância de Astrofísica Geral e espera contribuir para a socialização do conhecimento científico, no esforço nacional de inclusão social.

Tratando-se de um curso em nível de divulgação científica, não é necessário qualquer conhecimento prévio para acompanhá-lo a distância, uma vez que ele está voltado para um público não especializado em ciências exatas.

Os cursos a distância, oferecidos pelo Observatório Nacional, são inteiramente grátis. Nenhuma taxa é cobrada aos participantes. O material produzido, disponibilizado no site, pode ser copiado (download) e impresso, desde que não seja publicado em outros meios.

O curso faz uma viagem pela história da ciência, pelo Universo e sua composição.

sábado, 18 de maio de 2013

Astronomia: divulgação científica, educação e cultura.



A pedido do CRE Mário Covas, realizamos uma entrevista para o Cmais+ (Canal  de conteúdo da TV Cultura na Internet  http://nucleodevideosp.cmais.com.br/mais-videos/etnoastronomia-voce-sabe-o-que-e-isso), o resultado você pode conferir abaixo...Parabéns para a EE Ryoiti Yassuda, parabéns aos alunos do clube astronomia. A entrevista é parte da divulgação do Festival Tanabata que acontece todo ano no bairro da Liberdade em São Paulo e é um dos maiores festivais do Japão que celebra o amor de determinação das pessoas.
A secretaria da educação todos os anos divulga o concurso de desenhos Toyama que é realizado, desde 1997, pelo Governo de Toyama - Japão, com a finalidade de estimular a participação da população local e internacional em eventos culturais.
O Estado de São Paulo participa desde 2007 do Festival de Toyama, realizando o concurso de desenho entre os alunos da rede estadual de ensino. Os desenhos selecionados serão expostos durante o Festival Infantil e o Festival de Arte e Cultura da Província de Toyama que serão realizados em setembro. Esse Concurso promove o intercâmbio cultural entre jovens estudantes de São Paulo-Brasil e do Japão. Além do Estado de São Paulo – Brasil, participarão também alunos da Província de Liaoning e cidade de Xangai - China, Província de Gangwon – Coréia do Sul, Território de Primor Sky – Rússia e Estado do Oregon - Estados Unidos. O tema desse ano é o Festival Tanabata.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Elementos químicos em nebulosa

Um ramo muito interessante da astronomia é o estudo da composição química de astros e objetos estelares. No espaço encontramos nuvens dos mais diferentes compostos químicos fruto da explosão de estrelas. Em certas regiões é possível detectar nuvens de açucares e outras moléculas complexas. Abaixo um belo exemplo da presença de enxofre (cor laranja) e hidrogênio (cor azul) na nebulosa cabeça de cavalo em foto feita pelo astrônomo amador Rodrigo Andolfato (http://andolfato.blogspot.com.br)
para ver a publicação original: http://andolfato.blogspot.com.br/2013/01/nebulosa-cabeca-do-cavalo-finalmente-o.html Vale a pena conferir. Para saber mais: http://www.observatorio.ufmg.br/pas36.htm http://www.portaldoastronomo.org/noticia.php?id=315 http://www.slideshare.net/ana14474/a-origem-dos-elementos-final