domingo, 25 de agosto de 2013

Astrônomos do SETI supostamente detectaram sinal alienígena vindo da maior lua de Júpiter



Astrônomos do SETI supostamente detectaram sinal alienígena vindo da maior lua de Júpiter

Dificilmente publico alguma coisa a respeito de Alien, realmente esse não é um dos meus principais interesses, a astronomia tem tantas outras coisas à se aprender principalmente para nós estamos começando, porém a matéria (que também dá nome a esse meu post) vale a pena ser lida, pois suscita várias interpretações e comentários.
Eu recomendo a leitura ( ah por favor leia até o final...boa leitura)

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Uma nova estrela no céu (ou melhor o final dela)

Uma noticia bastante interessante publicada na Folha de São Paulo...

" No fim da semana passada, um astrônomo amador japonês tirava fotos de uma região do céu quando descobriu uma estrela que não constava das cartas estelares. Era uma nova.
Localizada próxima à constelação do Golfinho e com magnitude estimada entre +4 e +5, ela está neste momento visível no céu noturno até mesmo a olho nu, para quem se localiza distante da poluição luminosa das grandes cidades. Com um binóculo, até mesmo sob o véu alaranjado do céu paulistano é possível vê-la.
O surgimento de uma nova visível a olho nu é um fenômeno em geral imprevisível, que acontece em média a cada duas décadas. Ninguém sabe exatamente onde ou quando vai rolar, até que alguém que presta atenção no céu a identifica. Por sorte, Koichi Itagaki, em Yamagata, Japão, tirou duas fotos da mesma região do céu entre os dias 13 e 14 de agosto. Na primeira, nada se via onde, no dia seguinte, apareceu um astro extremamente brilhante, se comparado às vizinhas imediatas. Estava, portanto, identificado o astro que ficou conhecido como Nova Delphini 2013." 
Para ver a matéria na íntegra acesse : http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2013/08/19/explosao-estelar-pode-ate-ser-vista-a-olho-n
No texto você encontrará boas explicações porque na verdade uma estrela nova é na realidade bem velha...e o que assistimos é a morte da estrela..seu último suspiro...vale a pena ler.

sábado, 10 de agosto de 2013

O que aconteceria se chovesse na Lua?





 Ao gravar um pequeno vídeo de divulgação científica a respeito de Fluido Não- Newtoniano fiquei com a seguinte pergunta na cabeça...o que será que aconteceria se chovesse na Lua? Será que aquela poeira que vemos em todos os filmes de pouso na Lua se comportaria com um fluido não-newtoniano?
Será que teríamos na superfície (em sua crateras) grandes poços de areia movediça?
Fica a questão...para quem nunca ouviu falar em fluido não-newtoniano e só ver o vídeo abaixo...se alguém tiver a resposta para questão chuva na lua e seus impactos....gostaria de saber a sua opinião.