sábado, 10 de maio de 2014

Observação da Lua e Terra vista do espaço ao vivo em tempo real

Uma ótima novidade para os mais curiosos a Estação Espacial Internacional (ISS) acaba de disponibilizar um link (http://olhardigital.uol.com.br/noticia/nasa-transmite-imagens-da-terra-vista-do-espaco-ao-vivo/41871) para que se possa acompanhar a volta da estação em torno da Terra.

"...Você já teve curiosidade de ver como é a Terra em tempo real? Muitos provavelmente já, mas dificilmente uma transmissão era capaz de atender a esse desejo. Mas isso mudou, graças a uma iniciativa da Nasa, que instalou quatro câmeras na ISS (Estação Espacial Internacional), que transmite sua órbita em volta da terra com alta definição.
O projeto foi feito justamente para testar o funcionamento das câmeras e guiar a escolha de dispositivos comerciais com desempenho adequado para possíveis missões futuras.
As imagens são transmitidas em tempo real pelo site Ustream, que também conta com uma ferramenta de chat com outros espectadores.
Vale lembrar que a ISS dá uma volta na Terra a cada 90 minutos. Durante metade deste período, ela deve passar por territórios onde já é noite e não há iluminação. Por isso, não estranhe se você se deparar com uma imagem preta; volte mais tarde para imagens mais interessantes...".

Essa semana também voltei a montar o meu telescópio e a tirar algumas fotos da Lua, encontrei informações muito interessantes a respeito de maré e outras coisas da Lua, em um site até vi um gif juntando os dois lado da Lua o iluminado e o Obscuro (aquele que para nós não é visível por causa da rotação e translação sincrônica da Lua).



Segue outro link interessante como acontecem as marés: http://www.hidrografico.pt/glossario-cientifico-mares.php


segunda-feira, 28 de abril de 2014

Aniversários e Astronomia !

48 voltas completas! Física e aniversários. 



Hoje 29/04, completei 48 voltas ao redor do Sol em nossa nave-mãe a Terra.
Se fosse um poeta ou professor de literatura cantaria minhas voltas como Caetano; Terra! Terra! Por mais distante O errante navegante Quem jamais te esqueceria?... , ou como Beto Guedes; Anda! Quero te dizer nenhum segredo Falo nesse chão, da nossa casa Bem que tá na hora de arrumar..., mas sou professor de Física (para sorte de alguns e tristeza de outros), então vamos à natureza, aos números ao universo e além. O que é um aniversário é o tempo de uma volta completa da Terra em torno do Sol, o que chamamos de período de translação da Terra, o tempo formado por 365 dias e 6h, 9min e 10s.

Eu em meu quadragésimo oitavo aniversário, estou acabando de chegar, portanto a 48 voltas completas em torno do Sol. A órbita da Terra em volta do Sol é aproximadamente circular, com um raio que mede algo em torno de 150 milhões de quilômetros: 150 000 000 km = 150 x 10^6 km = 1,5 x 10^8 km. Esta distância é muito grande comparada quer com o raio do Sol (RSol = 700 000 km = 7,0 x 10^5 km) quer com o raio da Terra (RTerra = 6 400 km = 6,4 x 10^3 km). Imagine agora 150 000 000 km vezes 2.pi, teremos a impressionante marca de 9,42x10^8 Km para a distância de uma volta, ( tudo isso com uma velocidade orbital média de aproximadamente 30 km/s ou 107200 km/h) . Fantástico!!! (Um bom exemplo de como se utilizar potências de dez para indicar grandes distâncias, porque assim poupamos a escrita de muitos zeros). Sendo assim já andei 9,42x10^8 vezes 48 = 4,52x10^10 Km.

O mais interessante é que a maioria das pessoas não aproveita essa incrível viagem, que nos proporciona uma bela vista do universo ao nosso redor: estrelas, galáxias, constelações, chuvas de meteoros, aparecimento e morte de estrelas, planetas, cometas e muito mais. Isso sem contar o movimento de rotação da Terra em torno do seu próprio eixo com seus dias e noites, fases da Lua, eclipses, dias de inverno de céu limpo e constelado, dias de chuva fina e cheiro de terra molhada e o principal o convívio com o outro e suas beleza.

noite estrelada
Vincent van Gogh

O dia 29 de abril também é o aniversário de nascimento do celebre matemático Francês Henri Poincarè que tem uma ótima frase sobre a importância da astronomia e nossa dimensão no universo.

  "A astronomia é útil porque nos eleva acima de nós mesmos; é útil porque é grande, é útil porque é bela; isso é o que se precisa dizer. É ela que nos mostra o quanto o homem é pequeno no corpo e o quanto é grande no espírito, já que nesta imensidão resplandecente, onde seu corpo não passa de um ponto obscuro, sua inteligência pode abarcar inteira, e dela fluir a silenciosa harmonia. Atingimos assim a consciência de nossa força, e isso é uma coisa pela qual jamais pagaríamos caro demais, porque essa consciência nos torna mais fortes." em O Valor da Ciência (1904)

 Parabéns Poincarè! E claro para mim também...Aproveite a viagem e olhe para o céu!

 "Faz-se ciência com os fatos, como se faz uma casa com pedras; mas uma acumulação de fatos não é ciência, assim como um monte de pedras não é uma casa." Henri Poincarè

sexta-feira, 18 de abril de 2014

Eclipse Lunar explicando a cor da Lua no eclipse - Céu da Semana

No programa Céu da Semana, do Canal  do lab da UFscar, temos uma boa explicação da causa de todo o reboliço desse primeiro eclipse total do ano, apelidado de Lua Sangrenta.
Vale a pena ver o vídeo.

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Primeiras imagens do Eclipse de 15 de Abril de 2014

Eclipse total da Lua 15/04/2014 - Lua de Sangue

Assistindo as primeiras imagens do eclipse total da Lua captadas pelos telescópios do grupo Astronomia ao vivo (Brasil) do GriffithObservatory (EUA).







Eclipse da Lua ao vivo direto dos USA

Pelo visto, devido ao mau tempo em quase todo o pais o jeito será seguir esse eclipse diretamente pela
Para assistir clique no botão Watch On (canto superior direito)
Internet

domingo, 13 de abril de 2014

Trasmissão ao vivo do eclipse de 15 de Abril de 2014

Para ver transmissão direto dos USA:
 http://www.navegandopelouniverso.blogspot.com.br/2014/04/eclipse-da-lua-ao-vivo-direto-dos-usa.html

As condições de observação do céu sempre são uma caixinha de surpresa, então é sempre bom ter um plano B na cartola em caso de céus totalmente encobertos. Uma dica excelente é ter em mãos uma lista de locais que transmitirão ao vivo o evento, assim na falta de uma visão limpa sempre podemos olhar a transmissão de um outro ponto do globo qualquer.

Uma opção para assistir on line é acompanhar o eclipse pelo planetário da Cidade do Rio de Janeiro


Serão duas câmeras fazendo imagens da Lua, e uma terceira em um astrônomo para interagir com o público e responder dúvidas e questionamentos a respeito. Fiquem de olho na página do Planetário do Rio http://planetariodorio.com.br/index.php?option=com_k2&view=item&id=3304:eclipse-lunar-total&Itemid=290 Minutos antes  será divulgado o link de acesso.

Outra opções é a página momento astronômico (http://www.momentoastronomico.com.br/) que transmitirá direto do youtube : https://www.youtube.com/watch?v=fC9N5eWr1YA
a partir da 1h45min (horário de Brasília) 

Link direto dos USA...como está chovendo em quase todo Brasil...essa é uma ótima opção: http://www.navegandopelouniverso.blogspot.com.br/2014/04/eclipse-da-lua-ao-vivo-direto-dos-usa.html

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Eclipse da Lua na madrugada de 15 de Abril de 2014 - Lua de Sangue? Lua Sangrenta? Afinal o que é isso?


O que tem de especial o eclipse da lua que ocorre em 15/04/2014?
Porque está sendo chamado de Lua de Sangue?
O qual a diferença entre esse e outros eclipses?
Quando começa? Quando termina?

Bom, essas devem ser algumas das perguntas que estão rondando a cabeça de quem pela primeira vez está interessado em ver um eclipse ou sem querer foi capturado por algum post na Internet.

Vamos tentar responder a todas as questões (e da melhor maneira possível)

O que são Eclipse ?
Em primeiro lugar, eclipse são fenômenos naturais (nada de sobrenatural neles, além da beleza e regularidade impressionante do cosmos), acontecem toda vez que a sombra da Terra encobre a Lua ou a Lua se coloca entre a Terra e o Sol. Os primeiros e mais frequentes são chamados de eclipses lunares (a lua fica escurecida por algumas horas pela sombra da Terra) e eclipses solares (a lua esconde o Sol e aqui na Terra (em uma pequena parte dela tudo escurece)).

Eclipses solares são extremamente perigos para os olhos, podendo causar lesões sérias. Eclipses lunares podem ser tranquilamente vistos sem uso de proteção alguma para a visão.

Como será o eclipse de 15/04/2014?

Esperamos que o céu esteja aberto, sem nuvens para que possamos acompanhar bem esse espetáculo.
Eclipse Lunar Total do dia 15 de abril de 2014 será visível em toda a América do Sul, Central e América do Norte, além da Nova Zelândia e em parte da Austrália e terá ao todo mais ou menos 78 minutos  de duração (dependendo do local do observador).
Será o primeiro de uma série de quatro eclipses totais da Lua que acontecerão em sequência, mais ou menos a cada seis meses, sem que haja nenhum eclipse parcial entre eles, um fato raro na astronomia.
Para São Paulo começará perto das 2h da madrugada do dia 15 ( horário de Brasília) e terminará por volta das 6h da manhã com o nascimento do Sol. Para saber o horário em outra localidades no Brasil, vá até

Veja a ótima representação do site http://www.momentoastronomico.com.br/#eclipse


Veja também a animação do eclipse ( feita para o hemisfério norte, não se preocupe com a marcação das horas, lá será um pouco mais cedo)  http://shadowandsubstance.com/


Luas de Sangue?

Bom, para os astrônomos o termo não tem relação alguma com desastres ou alguma coisa terrível, simplesmente a cor da luz ficará a vermelhada em função dos raios de luz que passam pela atmosfera do nosso planeta.
"...Nessas ocasiões, por conta da refração da luz na atmosfera terrestre, a Lua fica com uma coloração avermelhada, mais ou menos acentuada dependendo das posições relativas entre o Sol, Terra e Lua (note que eu nem quis mais usar o termo alinhamento!), mas também depende da quantidade de particulado suspenso na alta atmosfera, como cinzas vulcânicas. Isso já é conhecido há milênios! Há séculos existe uma escala para classificar a cor que a Lua atinge nessas ocasiões, a escala de Danjon. Por conta dessa tonalidade avermelhada, a Lua acabou sendo chamada, por uns poucos, de Lua de sangue, mas alguém achou melhor chamar de Lua sangrenta. Melhor para assustar as pessoas, claro!..."
Se quiser saber da explicação completa de um pulinho em http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/blog/observatorio/post/menos-sangue-mais-astronomia.html ótima matéria a respeito.

Dicas:

Para observar o fenômeno...fique acordado...rs
  • Reúna um grupo de amigos...pelo menos mais uma pessoa ( é sempre bom compartilhar e aproveitar para refletir sobre a nossa pequenez diante do cosmos e a maravilha que é poder presenciar fenômenos assim e sua regularidade)
  • Prepare uma bebida quente, comidas leves e se agasalhe se necessário para passar a noite,
  • Se tiver um binóculos, ótimo ele poderá ajudar bastante na falta de um instrumento maior como um telescópio.
  • Tire fotos ( não esqueça de regular a máquina para esse tipo de exposição)
  • Consulte o máximo de informações e sites, blogs e etc....quando mais conhecimento mais você apreciará o fenômeno.
  • Se tiver um simulador como o software Stellarium, use será interessante saber a posição da lua e seu movimento ao longo da noite.
Para saber de transmissões ao vivo na Internet leia: http://navegandopelouniverso.blogspot.com.br/2014/04/trasmissao-ao-vivo-do-eclipse-de-15-de.html
Para ver transmissão direto dos USA: http://www.navegandopelouniverso.blogspot.com.br/2014/04/eclipse-da-lua-ao-vivo-direto-dos-usa.html

Fontes:
http://www.momentoastronomico.com.br/#eclipse
http://shadowandsubstance.com/
http://www.galeriadometeorito.com/2014/04/eclipse-lunar-dia-15-abril-lua-de-sangue.html?spref=fb#.U0dh8fldXQU
http://g1.globo.com/ciencia-e-saude/blog/observatorio/post/menos-sangue-mais-astronomia.html

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Do Big-Bang à vida inteligente, por Marcelo Gleiser

É sempre muito difícil falar de coisas complexas de modo simples, nesta palestra Marcelo Gleiser - Físico Teórico, apresenta o tema Astrobiologia, fazendo conexões entre a Física e outras ciências.
Vale a pena assistir!

 

sábado, 29 de março de 2014

100.000 estrelas

Você já pensou em viajar pelas 100.000 estrelas mais próximas do nosso Sol? Agora isso é possível, pelo menos virtualmente, experimente o app chromeexperiments 100.000 stars, é muito bom! O aplicativo roda em qualquer navegador e ao que tudo indica, não sei ao certo, só pode ser rodado diretamente ligado a Internet, uma pena pois com ele rodando off line eu faria a festa, vou procurar saber se é possível fazê-lo. Bom, mas vamos direto ao ponto. O 100.000 estrelas (http://workshop.chromeexperiments.com/stars/) é um passeio virtual pelas 100.000 estrelas mais próximas do Sol em galáxia, desenvolvido no laboratório de criatividade Chrome Experiments, para quem se interessa por programação é possível encontrar várias referencias dadas pelo  programador que criou a animação em  (http://www.html5rocks.com/en/tutorials/casestudies/100000stars/ ), é interessante ler o tutorial  e descobrir que o 100.000 stars (nome oficial) foi construído com imagens e dados da NASA e ESA, ao clicar no nome da estrela obtemos informação detalhadas sobre o astro. A navegação e simples, basta mover uma barra lateral a direita dando um zoom, aproximando e recuando as estrelas. Quem sabe alguém se anima a continuar incluindo mais estrelas no programa...em nossa galáxia temos aproximadamente 200 bilhões de delas...e o próximo passo seria incluir novas galáxias, bom trabalho!









segunda-feira, 17 de março de 2014

Eclipse lunar chegando !!! 15/04/2014, vamos nos preparar.

Para assistir ao vivo: http://www.navegandopelouniverso.blogspot.com.br/2014/04/eclipse-da-lua-ao-vivo-direto-dos-usa.html
lua cheia 16/03/2014 - Pindamonhangaba



Um evento dos mais esperados para os astrônomos de todo os cantos este ano é o eclipse total da Lua. Previsto para 15 de abril, o eclipse será de longa duração de vai iniciar com a entrada de Lua na penumbra feita pela Terra ao passar na frente do Sol impedindo que toda a luz do Sol chegue até ao nosso satélite natural.
No dia 14 de Abril a Lua nasce (no horário de Brasília) 18h25min e se põe 6h26min do dia seguinte,  O eclipse vai começar às 1h59 min da madrugada do dia 15/04, por volta das 4h46min, entra na fase escura quando a Lua entrará totalmente na sombra da Terra (ficando com a cor avermelhada - Lua de sangue), mais ou menos uma hora depois a Lua começa a reaparecer acinzentada no Céu.

Aspecto da Lua durante a penumbra
 O eclipse lunar é caracterizado pela cor avermelhada da lua. (olhe para a direção Leste, mesma região do nascimento do Sol, de preferência vá para um local escuro e sem barreiras visuais entre você e o horizonte) 

Desenho esquemático da entrada e saída da lua do cone de Sombra

sábado, 15 de março de 2014

Lua crescendo 13, 14 e 15 de março



13 de março 2014.

14 de março de 2014.

15 de março.

Olá para todos que acompanharam esse semana a minha série de fotos, Lua crescendo, e para todos que estão chegando pela primeira vez ao blog. Vou fazer um resumo, hoje dia 15 de março podemos ver que iluminação da superfície da Lua está entre 97 e 99%, amanhã teremos a Lua Cheia, permanecendo com uma iluminação acima de 90% até por volta do dia 19, quando o seu brilho começa a decrescer até chegamos no último quarto (decrescente) no dia 23 com perto de 50% da superfície iluminada (http://www.calendario-365.com.br/lua/calendario-lunar.html). Acompanhar qualquer fenômeno astronômico é sempre interessante, mas as fases da Lua, por serem de um astro tão próximo, se mostra particularmente bonito e fácil de ser acompanhado, não sendo necessário nenhum equipamento especial para perceber o que está acontecendo.
Espero que todos que tenham passado por aqui tenham gostado e também espero ter plantado em alguém o interesse em olhar para o céu de vez em quando tentando perceber a regularidade dos movimentos que serviram de base para se estabelecer nosso calendário a prever as mudanças das estação climática entre outras coisas.
 Bom, vamos as últimas imagens. Céus limpos a todos!

Dia 13/03/2014 - Quinto dia de fotos

Localização Pindamonhangaba, 
Região: Região Sudeste
Latitude: 22º 55' 26" S
Longitude: 45º 27' 42" W 
Altitude: 557m

No dia treze, quase, realmente por muito pouco, minha pretensão de registrar a cada dia uma imagem da Lua crescendo teve sua primeira baixa. Com o céu encoberto e chuvoso, somente nos últimos minutos da noite e que consegui a imagem, não foi uma das melhores...mas conseguimos.


Lua dia 08 de março de 2014, primeiro quarto.

Lua dia 09 de março de 2014.

Lua dia 10 de março de 2014.
Lua dia 11 de março de 2014.


Lua dia 12 de março de 2014.

Lua dia 13 de março de 2014.
Lua dia 14 de março de 2014.

Lua dia 15 de março de 2014.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Lua crescendo - 12 de março

Hoje foi especialmente difícil conseguir fazer a imagem da lua para a série "Lua crescendo", para conseguir pelo menos uma imagem satisfatória, filmei e esperei pacientemente as nuvens darem um pequeno espaço para eu ver a Lua, acho que valeu.

Dia 12/03/2014 - Quarto dia de fotos

Localização Pindamonhangaba, 
Região: Região Sudeste
Latitude: 22º 55' 26" S
Longitude: 45º 27' 42" W 
Altitude: 557m

Confira as sequência da evolução da fase crescente, observe que a medida que a lua vai ficando mais cheia, também vai diminuindo o contraste da foto (perdendo-se a definição do relevo) o que mostra que a melhor fase para se visualizar o relevo não é com a lua totalmente cheia.


Lua dia 08 de março de 2014.

Lua dia 09 de março de 2014.

Lua dia 10 de março de 2014.
Lua dia 11 de março de 2014.


Lua dia 12 de março de 2014.










terça-feira, 11 de março de 2014

Imagens da Lua crescendo -11 de março

Como escrevi na última postagem, essa semana estou me dedicando a observação da Lua e fazendo um registro bastante simples da evolução da sua fase crescente. Iniciei a observação no meio da fase, pretendo (se o céu ajudar e permanecer aberto) completar essa postagem com uma bela lua cheia em mais alguns dias.

Dia 11/03/2014 - Quarto dia de fotos




Localização Pindamonhangaba, 
Região: Região Sudeste
Latitude: 22º 55' 26" S
Longitude: 45º 27' 42" W 
Altitude: 557m








Para saber mais sobre a lua: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lua

Confira as sequência da evolução da fase crescente, observe que a medida que a lua vai ficando mais cheia, também vai diminuindo o contraste da foto (perdendo-se a definição do relevo) o que mostra que a melhor fase para se visualizar o relevo não é com a lua totalmente cheia.

Lua dia 08 de março de 2014.

Lua dia 09 de março de 2014.

Lua dia 10 de março de 2014.
Lua dia 11 de março de 2014.

segunda-feira, 10 de março de 2014

Série de fotos Lua crescendo - Observando a Lua 08, 09 e 10 de março

Essa semana estou me dedicando a observar a lua em sua fase crescente.
Para compartilhar com os amigos e todos que se interessam um pouco por astronomia minha observação, estou fazendo uma série de fotos que batizei como Lua crescendo, o registro foi feito de forma bastante simples utilizando uma câmara portátil digital simples e um telescópio de 180 mm de abertura, é importante informar que como não tenho um equipamento para fixação da máquina no telescópio, tirei as fotos diretamente encostando a lente da máquina na lente ocular do telescópio. Uma dica para se obter uma imagem definida é dar um pequeno zoom na máquina e com isso fazer com que o brilho da imagem diminua, tornando a foto nítida.

Localização Pindamonhangaba, 
Região: Região Sudeste
Latitude: 22º 55' 26" S
Longitude: 45º 27' 42" W 
Altitude: 557m

Confira as fotos abaixo.

Lua dia 08 de março de 2014.

Lua dia 09 de março de 2014.

Lua dia 10 de março de 2014.

quarta-feira, 5 de março de 2014

Astronova - revista de astronomia disponível na Internet

O Clube de Astronomia Edmond Halley de Marialva (CAEH -  www.caeh.com.br ), Paraná - Pr, acaba de lançar o primeiro número da revista de Astronomia e Astronáutica - Astronova - com a proposta de divulgar e compartilhar conhecimentos de astronomia e o trabalho do clube.
A revista AstroNova é uma colaboração de estudantes, professores, astrônomos amadores e profissionais para a divulgação de Astronomia e Ciências Naturais. Tem lançamento trimestral, totalmente público, gratuito e de direitos livres. Para conhecer sobre mais  o CAEH  e ler o primeiro número vá até o endereço- http://caeh.com.br/AN2014ED1.pdf

http://caeh.com.br/AN2014ED1.pdf
 

segunda-feira, 3 de março de 2014

Carnaval com observação de planetas

Essa semana de carnaval está especial para quem quer curtir a noite olhando para as estrelas.
Aproveitando o feriado de carnaval é possível ver durante a mesma noite os planetas Júpiter, Saturno, Marte, Vênus e Mercúrio e de quebra ainda observar a nossa Lua em sua fase crescente.
Uma dica interessante também e aproveitar esses dias para ver o filme APOLLO 13 uma das aventuras mais eletrizantes da corrida espacial de 1970.

sábado, 25 de janeiro de 2014

Um blog para quem quer saber tudo sobre construção de telescópios

Hoje passeando aleatoriamente na Internet encontrei o blog Astrobananas (http://astrobananas.blogspot.com.br/) pelo que vi o blog existe desde 2010 e traz excelentes dicas de como montar e cuidar de seu telescópio newtoniano.
Nesse blog você vai aprender muito sobre construção de um telescópio a partir do zero, para os mais interessados tem inclusive as ferramentas para desbastar o vidro e construir o espelho principal, como colimar um telescópio e principais cuidados com a óptica e oculares.
Minha avaliação sobre o blog e que ele é excelente para todos que gostam de astronomia de iniciantes até os mais avançados na prática. Vale a pena conhecer.

http://astrobananas.blogspot.com.br/

O blog pode ser visto também na versão inglês
http://astrobananasenglish.blogspot.com.br/



quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

C/2014 A4 SONEAR, O cometa Brasil.



O ano começou com uma boa notícia para a astronomia brasileira, a descoberta de um novo cometa a partir do solo brasileiro, o cometa Brasil.

Batizado de C/2014 A4 SONEAR, o objeto foi descoberto pelos astrônomos brasileiros Cristovão Jacques, Eduardo Pimentel e João Ribeiro de Barros a partir de imagens feitas no dia 12 de janeiro de 2014. Os registros foram obtidos através de um telescópio de 450 milímetros instalado no observatório SONEAR, localizado na cidade mineira de Oliveira.

A detecção do objeto foi primeiramente submetida à União Astronômica Internacional, IAU, e diversos pesquisadores, amadores ou profissionais, passaram a estudar e fazer as medições (astrometria) do novo objeto antes que a descoberta fosse confirmada.
Em 13 de janeiro, um dia após a detecção inicial, os astrônomos Ernesto Guido, Nick Howes e Martino Nicolini, ligados ao Observatório Remanzacco, na Itália, coletaram 19 imagens a partir de um telescópio robótico instalado em Siding Spring, na Austrália, confirmando a existência de uma pequena coma ligeiramente elongada no sentido norte-este.
Outra série de 25 exposições feitas no dia 14 de janeiro também confirmou que o objeto descoberto era de fato um cometa, com uma difusa coma de 8 arcosegundos de diâmetro.
Finalmente, após 3 dias de observações, em 16 de janeiro de 2014 a União Astronômica Internacional confirmou a descoberta dos astrônomos brasileiros, batizando oficialmente de C/214 A4 SONEAR o primeiro objeto desse tipo descoberto no Brasil.
De acordo com os recentes elementos orbitais, C/214 A4 SONEAR é um cometa de orbita parabólica, provavelmente originado na nuvem de Oort. Quando detectado, se encontrava a cerca de 5.68 UA da Terra e 6.33 UA do Sol. (UA=Unidade Astronômica, equivalente a cerca de 149.5 milhões de km). Sua orbita é altamente inclinada em 121 graus e atingirá o periélio em 11 de setembro de 2015, quando passará a 3.82 AU do Sol, cerca de 571 milhões de quilômetros.
A descoberta do cometa foi feita a partir de imagens coletadas com câmera CCD acoplada a um telescópio de 450 milímetros de diâmetro, cujo espelho também foi fabricado no Brasil, pelo especialista em óptica Sandro Colleti.
Ao que tudo indica essa é a primeira vez que um cometa é descoberto em nosso país. Sendo assim, parabéns a Cristovão Jacques, Eduardo Pimentel e João Ribeiro de Barros!
Bons céus! 
( extraído de Apolo11.com em http://www.apolo11.com/cometa_73p.php?titulo=C%2F2014_A4_Confirmada_a_descoberta_do_primeiro_cometa_brasileiro&posic=dat_20140116-090226.inc#.UtgD7Amjbx4.facebook )